segunda-feira, 12 de julho de 2010

"Se Beber, Não Case"


Um dos filmes mais comentados de 2009 foi sem dúvida alguma, "Se Beber, Não Case", por ter levado milhares de pessoas aos cinemas para conferir a loucura de quatro homens em Las Vegas! (Curiosidade: O filme é a maior bilheteria da história em comédias para maiores de 18 anos nos EUA!)

Já em 2010, volta a ser muito procurado nas prateleiras de locadoras após receber o prêmio de Melhor Filme Comédia ou Musical no Globo de Ouro 2010!

No filme, dois dias antes do casamento, Doug (Justin Bartha) e três amigos, Phil (Bradley Cooper), Alan (Zach Galifianakis), Stu (Ed Helms) decidem ir de carro para Las Vegas, para comemorar a despedida de solteiro de Doug. Ambos tem em mente, planos para que a noite seja a mais inesquecível de suas vidas. Tudo vai bem: chegam no hotel luxuoso, se hospedam numa suíte especial e vão para a noite e... acordam! Isso mesmo, num piscar de olhos, todos acordam com uma enorme dor de cabeça, em meio a suíte destronada onde não conseguem se lembrar de nada do que tenha ocorrido na noite passada!

O "belo" quarto do hotel está um caos: galinha de um lado e tigre do outro (Literalmente)! Para piorar tudo, Doug (o noivo) sumiu! O trio de padrinhos e amigos de Doug, agora resolvem refazer todos os passos da noite anterior, em busca de entender o que houve, encontrar Doug e levá-lo a tempo para o casamento!


Uma prévia do que eles vão descobrir, envolve → hospital, casamento, roubo e até o Mike Tyson!


O filme é hilário, repleto de cenas cômicas que realmente tiram boas risadas de todos. Conquistou o público e alcançou o sucesso, tanto que a sequência, que já é confirmada, começará a ser rodada em breve!

Se Beber, Não Case é referência de uma boa comédia, caso não tenha visto ainda, saiba que vale muito a pena!

"O que acontece em Vegas, fica em Vegas"

10 comentários:

  1. Confesso que ainda não assisti "Se Beber, não Case"... Dever ser engraçado mesmo. Não sou tão fã de cómidias, mas essa deve ser diferente.

    ResponderExcluir
  2. Eu morri de rir quando vi esse filme (em DVD). Uma ótima comédia que não é tão pastelão e que sempre mostra algo novo e diferente em cada cena. Muito bom mesmo.
    Apesar de que, eu achei injusto o Globo de Ouro. (500) com Ela é um dos meus filmes preferidos e deveria ganhar o prêmio. Mas como águas passadas não movem moinho, esqueceremos isso.
    PS: Vlw pela força lah no meu blog Ricardo... Novinho em folha, espero que vc continue gostando.

    ResponderExcluir
  3. Esse filme é demais. Acho que o melhor do ano passado. Todo o elenco está bem entrosado, as piadas surgem a todo momento... enfim, ótimo!

    ResponderExcluir
  4. Thiago Paulo, assista. Gostei muito mesmo e recomendo!

    Thiago Alves, também vi em DVD. E concordo em gênero, número e grau que (500) Dias com ela, deveria ganhar o prêmio. E sucesso, novamente, para o Across the Hall.

    Mateus Souza, o filme fez jus ao gênero, é pura comédia, não achei nada muito forçado! Do elenco, não trocaria ninguém... Ótimo!

    Abraços!!! E quem sabe um dia vamos em Vegas...

    ResponderExcluir
  5. Eu não achei nada demais o filme, esperava muito mais para uma comedia que ganhou o globo de ouro. É divertidinho e até deu pra rir, mas não gostei.

    ResponderExcluir
  6. É... acho que o fator, comédia bem sucedida do ano + grande público + fama = renderam ao prêmio. Como disse, o Thiago Alves, o Globo de ouro foi injusto mesmo, quem merecia mais pelo um todo foi (500), que foi mais injustiçado ainda no Oscar, que nem se quer o nomeou.

    Pelo menos você gostou um pouco... E muitos esperavam mais mesmo, eu nem tanto. =]

    >Abraço e o maravilhoso mundo da 7ª arte está cada vez melhor, parabéns pelo esforço!

    ResponderExcluir
  7. Não gostei de Beber, Não Case... Ri em apenas uma cena, senão duas. Para mim o prêmio era de (500) Dias com Ela. Sem discussão!

    ResponderExcluir
  8. Concordo contigo. (500) Dias com Ela, sem discussão!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  10. Ainda não consigo entender esses fenômenos de bilheteria nesse tipo de comédia. Talvez por preferir um humor sarcástico e irônico. Como o encontrado em "Borat", talvez, no caso, até com certo excesso de deboche (rs). Visitem meu blog: www.tvcinemaeafins.blogaspot.com

    ResponderExcluir

 
Copyright 2009 MomentoCine